fbpx
4 Julho, 2019 hélio cabral | marketeer

Anúncios mobile em vídeo: 10 passos para otimizar

  • Partilhar

Nos dias de hoje quando definimos uma estratégia digital, é inevitável não falar em anúncios mobile. O conteúdo é maioritariamente consumido em smartphones.

Então como atrair mais clientes e ser relevante para eles no momento certo?
Afinal, ninguém compra o que não conhece.

A escolha dos formatos e mensagem certa para cada momento afeta os resultados das campanhas em mobile (e desktop). O primeiro passo é perceber em que fase do funil se encontra a nossa audiência e impactá-los com as ferramentas e conteúdos certos para cada uma dessas fases. E que fases são essas?

facebook ads

SEE, THINK, DO, CARE

SEE (Reconhecimento – Awareness): Maior Audiência Qualificada Possível.

THINK (Consideração): Maior audiência qualificada possível com alguma intenção de compra.

DO (Ação – Comprar): Maior audiência qualificada possível com muita intenção de compra.

CARE (Fidelização): São os nossos consumidores fiéis.

 

Para cada uma dessas fases, precisamos escolher os formatos de anúncio adequados e a mensagem certa. Como o vídeo atualmente é mais do que uma tendência, é um “must have”, vou-me focar neste tipo de conteúdo.

Esta lista apresenta alguns insights que naturalmente são transversais aos anúncios em desktop e também se aplicam aos anúncios com imagens / texto. Afinal tudo está relacionado. Vamos a isso?

video marketing 

ANTES DE COMEÇAR, APENAS UM LEMBRETE:

Utilizar o criativo dinâmico do Facebook com diferentes conteúdos ou anúncios de pesquisa dinâmicos do Google. É uma boa forma para perceber o que funciona melhor, como se de um teste A/B se tratasse. Desta forma vamos conseguir otimizar melhor a nossa estratégia e campanhas.

 

1. COMUNICAR A NOSSA MARCA COM COERÊNCIA
Para a nossa marca ser lembrada, tem de aparecer e ser vista.  Mas não só.
A identidade e a coerência têm de ser a mesma nos diferentes canais de comunicação, sejam offline ou online, de modo a criarmos na mente da nossa audiência uma associação clara do que representa a nossa marca.


2. TER UMA MENSAGEM CLARA, ÚNICA E FORTE
Como o conteúdo em mobile nos vários “feeds” é visualizado muitas vezes a “alta velocidade”, é preciso ter em consideração qual é a mensagem certa que pretendemos transmitir no vídeo e comunicá-la de forma clara, rápida e impactante.

3. RECORRER A UM “CALL TO ACTION”
Se o nosso objetivo é levar à uma ação (download de ebook, saber mais sobre determinado produto, concluir uma compra, entre muitos outros), é preciso dar-lhe destaque. Como?
Utilizar cores e texto que despertem aquele gatilho mental para que essa ação possa ser realizada pelo utilizador.

 

4. ANUNCIAR PREFERENCIALMENTE COM VÍDEOS
Utilizar formatos atrativos e impactantes
Não precisa de ser um vídeo propriamente dito.
Animações ou simplesmente movimento fazem toda diferença na hora de captar a atenção das pessoas. Sejam eles gif’s, vídeo, boomerangs, entre outros.

5. PRENDER A ATENÇÃO RAPIDAMENTE
Se conseguirmos captar a atenção nos primeiros três segundos do nosso vídeo, vamos facilmente conseguir que o utilizador consuma o nosso conteúdo.
Aqui a criatividade torna-se relevante, com a utilização de elementos que cativem e cores que contrastem com as cores das redes sociais que estamos a utilizar e o conteúdo tem de ser algo que a nossa audiência procura / precisa.

 

6. A DURAÇÃO DOS NOSSOS VÍDEOS
Quanto menor e mais direta a mensagem, melhores resultados de desempenho do anúncio. É mais fácil as pessoas verem até o final, entenderem a mensagem que pretendemos transmitir e gerar ação (caso seja também um objetivo).

Claro que isto varia de rede para rede. No Youtube, já estamos preparados mentalmente para consumir vídeos mais longos. Recentemente o Facebook mudou o seu algoritmo, onde vídeos com mais de três minutos têm maior alcance. O fator crítico de sucesso será a nossa capacidade de criar conteúdo genuíno, próprio, que cative a nossa audiência.

Na minha opinião, não existe um tempo ideal de vídeo. Depende muito do nosso conteúdo e de como o conteúdo é trabalho no vídeo, de forma a tornar toda a experiência cativante.

 

7. UTILIZAR FORMATOS VERTICAIS
Praticamente ninguém vai virar o telefone para visualizar o nosso anúncio, por isso é nosso dever proporcionar uma boa experiência ao utilizar e facilitar o consumo do nosso conteúdo em vídeo, utilizando preferencialmente, vídeos na vertical.
Onde podem ser utilizados: IGTV, Instagram e Facebook Stories, Experiência instantânea, entre outros.

 

8. PREPARAR O SEU VÍDEO PARA TRANSMITIR A MENSAGEM SEM SOM
Na maior parte das vezes o vídeo é consumido em locais ou alturas que não é possível ter o som ligado, pelo que se torna importante utilizar legendas, para que a nossa mensagem seja percebida sem depender do som.

Mas não quero com isto dizer que não devem descurar essa parte. Ao criar um vídeo, adicionar uma música pode e deve fazer parte do processo de edição, para que quando o utilizador tiver oportunidade de visualizar o vídeo sem limitações, seja surpreendido pela positiva, quer pela música, que pode fortalecer o lado emocional quer pela nossa voz, claro 😊

quik editor de vídeo go pro

Disponível para Android, Apple e Desktop.


headliner editor vídeo

Permite inserir legendas na edição.

 

9. TER RELEVÂNCIA PARA A NOSSA AUDIÊNCIA
A relevância é construída de uma forma muito simples: Usar a mensagem certa, para as pessoas certas, no momento certo. Se entendermos esta equação antes de produzirmos o conteúdo, será mais fácil alcançar melhores resultados nas nossas campanhas.

10. ANALISAR
É importante perceber que não basta partilhar conteúdo. É preciso analisar e no caso do vídeo, torna-se muito relevante perceber por exemplo, quantos minutos é visualizado, quando as pessoas abandonam o vídeo, taxas de visualização, etc… Estes dados vão-nos permitir otimizar os nossos anúncios em vídeo.

Já estamos ligados?
error
, , ,

  • Partilhar




Comentários

%d bloggers like this: